Serviço de Desentupidora em São paulo

ACIL proibição de empresas com nova quarentena em Londrina


A Associação Comercial e Industrial de Londrina, a Acil, não aceita passivamente o fechamento do comércio local, a partir desta segunda-feira (6). Para reverter uma situação, “medidas cabíveis” serão colocadas em prática, de acordo com o presidente da entidade, Fernando Moraes. “Uma nova quarentena vai acabar com muitas empresas”, frisa.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Ele refere-se à obrigatoriedade de município acatar ou decreto estadual n ° 4.942. Que determina ou fecha os serviços considerados essenciais em 134 cidades paranaenses, durante 14 dias. Tempo necessário, cálculo ou governo do Estado, para, ao menos, até a propagação do novo coronavírus.

Por meio de recurso administrativo, questionando ou decretando estado, uma Prefeitura de Londrina mantendo o funcionamento do comércio local. Receber um sonoro não da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Neste sábado (4), dez entidades (indicadores e classes) ingressaram na ação no Tribunal de Justiça do Paraná para impedir o bloqueio do comércio. No embalo, três dos quatro deputados federais de Londrina avaliam o pedido de liminar.

Confira a entrevista que o presidente da Acil, Fernando Moraes, concedeu ao 24 Horas.

A partir da segunda-feira ou comércio local, você poderá fechar como portas. A ACIL pretende tomar alguma atitude ou vai determinar o governo do Estado?

Um ACIL não pode determinar a abertura ou o fechamento do comércio. Mas nós discordamos para decretar governamental e pretender tomar as medidas cabíveis para manter as atividades produtivas da cidade em funcionamento. No dia 1º, enviamos um ofício à Secretaria de Saúde do Paraná solicitando esclarecimentos sobre uma medida. Agora estamos entrando com uma ação junto ao governo solicitando a autonomia no município de Londrina na tomada de decisões para enfrentar o Covid-19.

O senhor gravou ou decretou estado grave uma “parada de comércio sobre a cidade” e que provocou o fechamento de alguns itens. A ACIL tem dados de desempenho das atividades locais durante uma pandemia?

Um ACIL não faz pesquisas sobre isso, mas pode citar alguns dados levantados por órgãos competentes. No último CAGED, tivemos 1.708 vagas de trabalho fechadas em Londrina apenas no mês de maio. No acumulado do ano, são 4.983 vagas de trabalho a menos. Os setores mais atingidos são comércio e serviços. São muitas famílias desempregadas. Uma grande maioria está sofrendo para manter as portas abertas. Uma nova quarentena vai resultar no fechamento de muitas empresas, porque grande parte delas ainda não conseguiu respirar após o último fechamento. Isso não é ruim apenas para o empresário, mas para uma cidade como um todo, gerando recessão e reduzindo a pobreza.

Havia ações para enfrentar uma possível desaceleração do comércio provocada pela pandemia?

Desenvolvemos vários projetos para ajudar principalmente o micro, os pequenos e os médios empresários. Nosso Centro de Capacitação Empresarial mantém uma agenda on-line de cursos e treinamentos para contornar uma crise. Também produz conteúdos com especialistas para explicar uma crise e apontar possíveis soluções. Só o Programa Empreender, da ACIL, vem trabalhando com cerca de 20 núcleos. Fechamos, recentemente, uma parceria com a Conecta Londrina para oferecer mentorias gratuitas e ajudar os empreendedores a enfrentar uma crise. Também estamos implementando um Hub que, neste primeiro momento, faz parceria com o Sebrae, também para os empresários. Junto com uma Prefeitura, Codel, Câmara de Verificadores e Sebrae, conseguiu uma linha de crédito exclusiva com Garantia para gerar até R $ 50 milhões em financiamentos para MEIs, micro e pequenos negócios de Londrina. Criamos ou Entrega Londrina, um mercado / aplicativo para empreendedores londrinos criar sua loja e vender seus produtos e serviços on-line, sem custo, com uma taxa de manutenção muito abaixo do mercado. Execute várias ações em diferentes frentes. Também esperamos que o governo do estado contribua com a retenção de ICMS, mas isso não aconteceu.

Como o ACIL lida com críticas nas redes sociais que mais preocupam o desenvolvimento financeiro dos empresários que fazem o avanço do Covid-19?

As críticas fazem parte da democracia e da liberdade de expressão. A ACIL ajudou a implementar a UPA do Sabará para fazer a triagem de pacientes; ajudou o HU a se equipar para fazer como testadores da doença; fez doações de equipamentos; ajudou a elaborar os protocolos de proteção para as atividades produtivas voltadas ao trabalho e conscientizar os empresários e colaboradores sobre a importância das medidas de segurança para conter uma pandemia. Não vemos apenas o lado do empresário, mas da comunidade. Se uma saúde afunda, uma economia vai junto. E vice-versa. A queda da economia diminui a arrecadação e impacta diretamente nos hospitais, que já usam o orçamento enxuto. O desemprego está assolando muitas famílias que, sem dinheiro, não conseguem cumprir uma quarentena. É preciso equilíbrio e união para superar essa crise.



Fonte: Post Completo