BYD conclui o primeiro VLP 100% elétrico de São José dos Campos


Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 


A BYD concluiu na última semana o primeiro VLP (Veículo Ligeiro sobre Pneus) articulado 100% elétrico do país, que irá rodear na Traço Verdejante, galeria sustentável que vai interligar as regiões sul e leste – as mais populosas – muito uma vez que a região meão, tornando o município mais dinâmico, compacto e inclusivo.

O contrato de fornecimento dos VLPs foi vencido pela BYD, que fará a entrega de 12 veículos em parceria com a empresa Marcopolo. Em seguida a homologação do primeiro padrão, será emitido a produção em graduação dos veículos, que deve ser entregue até outubro de 2021.

Publicidade

O padrão possui 22 metros de comprimento, baterias de fosfato ferro lítio (LifePO4), com autonomia de até 250Km com uma trouxa completa e capacidade para 168 passageiros, além dos espaços para cadeirantes.

Entre os itens que fazem dos VLPs de São José inovadores está o BioSafe, sistema UV-C de desinfecção do ar instalado no ar-condicionado, remate com aditivos antimicrobianos nas poltronas, balaústres e pega-mãos. Leste será o primeiro sistema urbano oferecendo essa biossegurança e tecnologias, exigidas pela atual Governo Municipal na incorporação do projeto.

Os VLPs de São José dos Campos criados para apresentar um novo DNA para veículos urbanos voltados a 100% propulsão elétrica, com zero emissão de gases nocivos, sendo mais econômica, com menor dispêndio de manutenção e ótimo desempenho. A Prefeitura está inovando com ações de sustentabilidade e preservação do meio envolvente.

Os VLPs precisam poltronas estofadas com escora de cabeça com entradas USB, monitores instalados no teto, rádio e autofalantes, iluminação externa faróis em led completo, garantindo maior eficiência luminosa, além de toda a acessibilidade para cadeirantes.

As portas vão terebrar vão livre de 1,3m de orifício, nos conceitos widedoor e slidedoor, facilitando o embarque e desembarque de passageiros, além de um sistema antiesmagamento, que evita que elas fechem quando identificado qualquer movimento próximo.

A segurança também é um diferencial e os veículos possuem quatro câmeras de monitoramento. Aliás, os tradicionais espelhos retrovisores serão substituídos por duas câmeras de subida definição, que cobrem um campo de visão maior e permite que os motoristas vejam pontos cegos e facilidade de manobra, aumento a segurança no trânsito.

Entre os principais itens de série do chassi estão uma coluna de direção regulável, ajoelhamento bilateral, regulagem de fundura, sistema antichamas, tacógrafo do dedo, rodas de alumínio e suspensão pneumática integral.

Traço virente

A Traço Verdejante, feita sob medida para atender aos conceitos modernos de planejamento urbano e em consonância com as diretrizes do Projecto Diretor, vai facilitar o aproximação a serviços e estimular o desenvolvimento econômico ao longo de sua extensão.

O Consórcio Projeto Traço Verdejante, formado pelas empresas Compec Galasso e Geosonda, ficará responsável pelas obras da primeira tempo do projeto, que terá início na Estrada do Imperador (região sul) até o Terminal Intermunicipal (região meão).

O contrato tem valor de R $ 55.832 milhões, sendo R $ 30 milhões de aporte do governo estadual.

Na lanço ulterior, o projeto ainda cria o Argola Viário Leste, uma novidade via que permitirá a interligação de toda a cidade ao Parque Tecnológico, sem a urgência de uso da Via Dutra.

Na ocasião, também foi assinado o contrato com a BYD do Brasil, no valor de R $ 34.732 milhões, para a compra dos 12 VLPs articulados que irão trafegar pela Traço Verdejante. Desse valor, R $ 9,2 milhões sairão da outorga do serviço de licença do estacionamento rotativo, que será operado pela empresa espanhola Eysa a partir de setembro deste ano.



Manancial: Post Completo