Campinas inaugura hoje Usina Virente de compostagem – cotidiano


Usina fará compostagem de galhos, logo e sobras de mantimentos (Foto: Reprodução de vídeo / EPTV)

A Prefeitura de Campinas inaugura nesta segunda-feira (9) a “Usina Virente”, usina de compostagem localizada no IAC (Instituto Agronômico de Campinas) que tem por objetivo transformar a secção do Encanamento da cidade em esterco orgânico.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

A usina já estava funcionando em período de teste, e será oficializada para os trabalhos hoje. Segundo a Gestão Municipal, o lugar terá capacidade para fazer a compostagem de 300 toneladas de Encanamento por dia, sendo que na período de teste já são transformadas 100 toneladas de Encanamento em esterco.

No processo, eliminará galharias de extração de poda de árvore, sobras de mantimentos vencidos da Ceasa e o lodo de esgoto da Sanasa (Sociedade de Provisão de Chuva e Saneamento), diminuindo a quantidade de encaminhamento lixoda a aosterros sanitários.

Segundo a Prefeitura, o projeto vai gerar uma economia de R $ 2 milhões por mês pelo não envio dos resíduos aos aterros, evitando ainda a emissão de gases maléficos, uma vez que o gás metano (CH4), na atmosfera.

Em transmissão nas redes sociais durante a manhã desta segunda-feira (9), o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSD) disse que a inauguração da usina meio contribui para a melhorar a destinação do Encanamento, tanto para o envolvente, uma vez que para a economia.

“Compramos várias máquinas alemãs, e estamos tendo economia, porque antes a Ceasa pagava para destinar o Encanamento, e nós tínhamos também que destinar os galhos e o lodo da Sanasa. Portanto perceba a riqueza de esterco que vai ter o formado, e com o Selo Virente, a teoria é colocar no mercado para vender também, já com processo mais antecipado da cultura orgânica “afirmou.

O secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, afirmou que o processo é o correto para a destinação do Encanamento. “É a melhor destinação para o Encanamento, a destinação de fazer a incineração joga para o meio envolvente radicais nocivos para a saúde. Essa é a melhor forma de usar e restituir para a natureza da forma de esterco”, disse.

A USINA

A usina também capacidade de atender outras cidades da região. O recebimento do Encanamento da região deve ser firmado através de convênios e parcerias.

Segundo a Prefeitura, o esterco orgânico produzido na usina será usado nas áreas verdes, uma vez que praças, parques e bosques de Campinas, nas culturas do IAC, e a teoria é excedente guiado à Ceasa para comercialização entre os produtores agrícolas.
A estimativa é que a Sanasa envie tapume de 90 toneladas por dia de lodo para o lugar. A Ceasa, 80 toneladas diárias de material orgânico e a Prefeitura mande para compostagem 130 toneladas de sobras de podas.

Ao todo, uma usina ocupa uma superfície de 17 hectares, e teve o investimento de R $ 5,8 milhões bancados pela Sanasa. O dispêndio mensal da operação é estimado em R $ 1 milhão, segundo a governo.

.



Natividade: Post Completo