Serviço de Desentupidora em São paulo

Ciganos são presos suspeitos de estelionato em Limeira; carros e roupas foram apreendidos | Piracicaba e Região


Onze pessoas foram presas suspeitas de estelionato, fraudes e porte de drogas em Limeira (SP) na noite desta quinta-feira (11). Segundo a polícia, os homens são ciganos, a maioria de origem estrangeira e os suspeitos de aplicar golpes em diversas cidades da região. O grupo foi localizado em um hotel e, com ele, apreendeu diversos veículos, dinheiro e produtos sem documento fiscal, além de mais de R $ 9 milhões em dinheiro.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) chegaram até os suspeitos após uma denúncia de diversos estrangeiros que estavam hospedados em um hotel de Limeira, e comercializavam perfumes e blusas de frio.

Diversos documentos e materiais apreendidos com cigarros suspeitos de estelionato em Limeira – Foto: Polícia Civil / Divulgação

Segundo a Polícia Civil, nenhum local, foram encontrados 11 cigarros, a maioria de origem portuguesa e espanhola, que estavam com roupas e perfumes sem qualquer documento fiscal, além de drogas, documentos falsos, cartões bancários e documentos pessoais em nome de outras pessoas.

Nenhum dos investigados tinha documento emitido no Estado de São Paulo. Os suspeitos estavam em 10 veículos, e ainda estavam de acordo com a polícia, foram detectados todos os que foram alugados por outro localizador.

Crimes em várias cidades

Ainda de acordo com a Polícia Civil, foi localizado um registro de estelionato em Cordeirópolis (SP), no último dia 3 de junho, onde os vendedores autônomos negociam uma jaqueta de frio e perfumes com um morador da cidade.

Os suspeitos passaram no cartão de vítima ou o valor de R $ 2,5 mil, quando o erro seria grave R $ 250. Eles foram identificados como dois dos estrangeiros detidos no hotel, ocupando um dos veículos apreendidos. A vítima de Cordeirópolis esteve na delegacia e registrou três dos suspeitos.

Dez carros foram apreendidos com suspeitos de estelionato em Limeira – Foto: Polícia Civil / Divulgação

Um DIG constatou ainda que os investigados estiveram em várias cidades da região, como Piracicaba, Iracemápolis, Rio Claro, Araras, Conchal, Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Americana, Santa Bárbara Doeste, Hortolândia, entre outras. Como as denúncias envolvendo os suspeitos eram fraudes no pagamento de hotéis, apropriação indébita e estelionatos de veículos localizados, entre outros.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), uma equipe policial apreendida com o grupo 313 frascos de perfume, mais de 40 documentos de identidade falsificados, 34 cartões bancários, 16 máquinas de cartão, 15 jaquetas, além de bolsas, carteiras, óculos solares e relógios, assim como celulares e carros usados ​​por integrantes.

Todos confessaram como atividades ilegais, segundo SSP, mas negaram associação criminosa. Apesar disso, uma investigação confirmou que alguns deles possuíam parentesco, além de se hospedar com frequência nos mesmos locais.

Além dos objetos encontrados com quadrilha, foi apreendida uma quantia total de R $ 9.934 mil em dinheiro.

Material apreendido com grupo de suspeitos de estelionato e fraudes em Limeira – Foto: Polícia Civil / Divulgação

Segundo a Polícia Civil, o grupo foi detido em flagrante e a polícia solicitou uma prisão preventiva de suspeitos. Os investigados têm endereços residenciais nas cidades de São Paulo, Paraná e Minas Gerais, e foram representados por advogados de Guarulhos (SP) e Arujá (SP).

Os suspeitos serão investigados por associação criminosa e crimes como estelionato, apropriação indébita, falsificação e uso de documento falso e crime de violação do direito autoral, além do registro de porte de droga.



Fonte: Post Completo