Serviço de Desentupidora em São paulo

Com população três vezes menor, Uberlândia tem 17% mais casos de Covid-19 que BH


De acordo com infectologista, teste alto e sem adesão de parte da população com medidas de isolamento social, clique no número de casos na cidade

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Uberlândia é uma cidade mineira com maior número de casos de coronavírus. Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) neste domingo (28), o município localizado no Triângulo Mineiro registrado 5.984 infectado pela Covid-19.

A cidade tem pouco mais de 500 mil habitantes, enquanto Belo Horizonte tem mais de 1,4 milhão. Ainda assim, uma cidade tem quase 900 casos na capital mineira, com um total de 5.087 casos confirmados de doença – uma diferença de 17%.

Já o número de mortes é maior na capital mineira, que soma 108 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia. Contudo, Uberlândia aparece em segundo lugar, com 76.

Mas, conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde do município, a situação ainda é pior. Levantamento atualizado neste domingo (28) indica o número de pessoas que tiveram a confirmação do diagnóstico de coronavírus de 6.274 e o número de óbitos de 106. Essa diferença pode ser a causa do atraso no fechamento de boletins das diversas secretarias de saúde .

Segundo o médico infectologista Marcelo Simão, que integra o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 no município, esse número alto de casos tem várias causas possíveis, mas o principal delas é a relativização das medidas de isolamento pela população. “Estamos em uma guerra e como as pessoas não entendem isso. Há comerciantes que, mesmo com a determinação de fechamento de lojas, seguem a compreensão de portas fechadas. Tivemos academias funcionando também de portas fechadas ”, afirmou.

Ainda segundo ele, desde o dia 22 de junho, o prefeito Odelmo Leão Carneiro (Progressistas) determinou novamente o fechamento de todo o comércio não essencial. No entanto, ainda assim, o índice de isolamento social medido ao longo desta semana foi inferior a 40%. “A população não colabora e, se não houver melhora da situação, uma tendência é que apenas use os serviços essenciais por menos de 15 dias”, explicou o médico.

Apesar do alto índice de contaminação por coronavírus, ou o infectologista destacou que os taxa de mortalidade por doença no município é baixa. “A vantagem aqui é que a mortalidade é muito baixa. Estamos com uma letalidade de 1,5%, enquanto o Brasil está em quase 5% ”, disse. Atualmente, o índice de letalidade por coronavírus no Brasil, conforme o Ministério da Saúde, é de 4,3%.

Testagem

O médico ressaltou ainda o número máximo de casos confirmados da doença na cidade também tem relação com um teste. “Estamos testando muito mais que Belo Horizonte e começamos a fazer isso desde março”, afirmou. Simão também é permitido que os profissionais de saúde tenham sido testados regularmente e, pelo menos, 8,8% deles, já tiveram a confirmação da doença e foram afastados por 14 dias.

Segundo a Prefeitura de Uberlândia, os dados da Vigilância Epidemiológica Municipal (Vigep), apontam para a última terça-feira (23), "uma cidade alcançou a média de 3.055 testes aplicados para cada 100 mil habitantes".

Na ocasião, o prefeito declarou que a cidade era a que mais testava no país. "Uberlândia, atualmente, mostra mais que a média de vista em outros 20 estados brasileiros. É o mesmo. Isso mostra o que, o teste, mostra onde estão os casos positivos, fazendo o seu isolamento pelos 14 dias restantes e ainda rastreando e testando os contatos diretos (quem mora no mesmo domicílio), impedir a disseminação de vírus ".

Leitos

Por conta da explosão no número de casos do Covid-19, já faltam leitos de UTI para tratamento de pacientes em situação grave. Simão explicou que a cidade está com UTIs proibidas de atender pacientes com coronavírus lotados. No entanto, em relação aos leitos de enfermaria, uma rede hospitalar da cidade ainda tem capacidade de receber novos infectados.

Em nota, uma cidade de Uberlândia informou que “sobre os leitos no anexo do Hospital Municipal (antigo Santa Catarina), estamos correndo para abrir mais dez leitos de UTI dedicados a Covid-19, além dos 30 já abertos recentemente. Também estamos planejando a abertura de outros dez para escolher o local (pode ser no hospital municipal ou no próprio anexo) ”.

Ainda há leitos no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e hospitais particulares, mas um município não soube informar os números relacionados a essas unidades. A reportagem usa contato com assessoria do Hospital das Clínicas e da UFU, mas não retorna.

. (tagsToTranslate) Coronavírus (t) Coronavírus (t) Uberlândia (t) COVID-19



Fonte: Post Completo