Consumir até 3 xícaras de café por dia reduz risco de hipertensão


Foto: Divulgação / Pexels

Uma a três xícaras de café. É uma quantidade de bebida que pode consumir diariamente, pode reduzir o risco de hipertensão em 20%, de acordo com uma pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo) publicada em Nutrição Clínica.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

O estudo analisa os hábitos de consumo de bebida em um grupo de 8.780 funcionários públicos, por período de quatro anos. Durante este acompanhamento, um total de 1.285 participantes teve hipertensão.

A hipertensão causa 60% dos infartos e 80% dos AVCs (acidente vascular cerebral), segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

“Dessa forma, foi possível observar que as pessoas que nunca ou quase nunca tomaram café tiveram um risco de hipertensão aproximadamente 20% maior do que aqueles que ingeriam uma três xícaras por dia”, explicou Andreia Miranda, pós-doutoranda do FSP que realizar o estudo, por meio de nota.

Além de avaliar a quantidade de café ingerida, uma pesquisa levou em consideração dados sociodemográficos, como idade, sexo, cor da pele, renda familiar per capita, nível educacional, estilo de vida, exames de sangue e testes de pressão arterial para chegar à conclusão final.

É considerada hipertensa a pessoa que apresenta valores iguais ou acima de 14 por 9 (140mmHg x 90mmHg) ao ter pressão arterial em repouso. “A maioria dos participantes relatou consumir bebida com café, filtrada ou embalada e com adição de açúcar, ou que corresponde ao hábito tradicional de consumo de café pelos brasileiros”, relata Andreia.

Estudos recentes mostram que o efeito benéfico do consumo moderado de café é atribuído aos polifenóis, compostos bioativos que são encontrados em quantidades nessa bebida.

Para analisar uma relação entre consumo de café e risco de hipertensão, a pesquisadora explica que foi usado um método estatístico, conhecido como regressão de Poisson.

“O modelo final foi ajustado de acordo com outras variáveis ​​como idade, sexo, cor da pele, nível educacional, renda, tabagismo, consumo de álcool, prática de atividade física, índice de massa corporal, consumo de frutas e vegetais, ingestão de álcool , potássio e gordura saturada, açúcar de adição, uso de suplementos, e níveis séricos de glicose, colesterol total e triglicerídeos ”, indica Andreia.

FONTE: Portal R7



Fonte: Post Completo