Covid-19: Estado do Rio registra 146 mortes e mais de 2,1 mil casos de doença em 24 horas


RIO – Não há dia em que a chegada do novo coronavírus ao Rio três meses completos, o estado continua em casos e casos graves de doenças. Nesta sexta-feira, acordo com informações divulgadas pelo governo estadual em seu painel, foram registradas 146 mortes – chegando a 6.473 no total – e 2.134 novos diagnósticos positivos de Covid-19 – um acúmulo de 63.066 desde o início da pandemia – apenas nas últimas 24 horas. Ao todo, 47.091 pacientes se recuperaram da doença.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Reabertura:Witzel determina a volta do metrô e o transporte público intermunicipal: ônibus, barcas e trem

O epicentro da transmissão de vírus no território fluminense continua sendo uma capital. No município do Rio, foram 1.138 novos casos confirmados e 78 mortes registradas. Em outras cidades da Região Metropolitana, os dados oficiais sugerem um avanço mais tímido.

Municípios com mais mortes pela Covid-19

Rio de Janeiro – 4.309 mortes (eram 4.231)

Duque de Caxias – 292 mortes (eram 286)

Nova Iguaçu – 229 mortes (eram 219)

São Gonçalo – 217 mortes (eram 211)

Niterói – 127 mortes (o número oficial é mantido em 24h)

Belford Roxo – 123 mortes (eram 122)

São João de Meriti – 109 mortes (eram 106)

Desordem:Após a liberação do comércio ambulante, os camelôs descumprem 'regras de ouro' da cidade

Os casos estão concentrados nas seguintes cidades

Rio de Janeiro – 35.043 casos (eram 33.695)

Niterói – 3.506 casos (eram 3.447)

Nova iguaçu – 2.017 casos (eram 1.935)

São Gonçalo – 1.956 casos (eram 1.887)

Duque de Caxias – 1.743 casos (eram 1.688)

Itaboraí – 1.383 casos (eram 1.339)

Queimados – 1.168 casos (eram 1.120)

Angra dos Reis – 1.081 (eram 1.080)

Leitos de UTI têm 90% de ocupação no estado

Na última atualização, no fim da tarde desta sexta-feira, a Secretaria de Estado da Saúde informou que os taxa de ocupação, considerando todas as unidades da rede estadual, é de 64% nos leitos de enfermaria e 90% nos leitos da UTI. Ao todo, ainda segundo segundo, 2.125 pacientes estão internados na rede. No total, em toda a rede pública, 70 suspeitos ou confirmados de coronavírus aguardam transferência para UTIs e 31 para enfermaria, que podem ser regulados para diferentes redes, seja ela municipal, estadual ou federal.

Atraso: Inauguração do hospital de campanha de São Gonçalo - e outras quatro unidades - ainda é aguardada Foto: Fabiano Rocha, em 4-6-2020 / Agência O Globo
Atraso: Inauguração do hospital de campanha de São Gonçalo – e outras quatro unidades – ainda é aguardada Foto: Fabiano Rocha, em 4-6-2020 / Agência O Globo

Com exceção do Hospital Regional de Zilda, hospitais e campanhas de campanha Lagoa-Barra, Maracanã e Parque dos Atletas, uma secretaria que esclarece todos os outros leitos que estão lendo para Covid estão ocupados e há rotativa de ocasiões ocasionais por altas horas, além de reservas técnicas de leitos para pacientes já internados que possam agravar ou quadro clínico, necessitando de UTIs.

A SES adicionou, também que, até o momento, 1.429 novos leitos para tratamento de pacientes suspeitos ou confirmados por Covid e foram abertos em todo o estado do Rio de Janeiro. No total, 1.272 são hospitais de referência para tratamento de coronavírus, sendo 567 UTIs e 705 enfermarias. Além dessas unidades selecionadas, existem ainda 157 leitos, sendo 100 de UTI, para o tratamento de Covid em áreas isoladas de outras unidades estaduais.

No município, município garante que não há mais fila por leitos

Na capital, uma Secretaria Municipal de Saúde, por sua vez, declara que a ocupação de leitos da UTI para Covid-19 na rede SUS no município é de 89%, e os taxas de ocupação nos leitos de enfermaria para pacientes com doença ou com suspeita é de 53%.

A prefeitura afirma também que não há fila de leitos, mas também diz que em toda a rede SUS (federal, estadual e municipal) da Região Metropolitana 1 – que capital e municípios da inglaterra – Baixada – 36 pessoas estão regulamentadas, com garantia de leitos e aguardam transferência. Destinos, 20 irão para leitos da UTI.

Um SMS acrescenta que em toda a rede SUS na cidade do Rio – que inclui leitos de unidades municipais, estaduais e federais – há 1.657 pacientes internados com suspeita de covid, sendo 683 em UTI, e declarando que foram abertos 1.252 leitos exclusivos para tratamento de Covid-19, desde o início da pandemia. Este total, 248 de UTI.

Por fim, esclarecer que nos leitos de Covid ocupados há rotatividade de vagas por causa de acidentes e altos índices de mortalidade, além de transferências para leitos de UTI que podem voltar a enfermarias de Covid e são usados ​​quando o estado do paciente é agrava.



Fonte: Post Completo