Desarticula PCDF acampamento de extremistas bolsonaristas em Braslia


Os grupos se alojaram em Arniqueiras ap
Os grupos se alojaram em Arniqueiras após deixar uma racha no Ncleo Rural Rajadinha, na região entre Parano e Planaltina (foto: PCDF / Divulgao)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) desarticulou, em Manh deste domingo (21/6), mais um acampamento de grupos extremistas de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Os "300 do Brasil", "Patriotas" e "QG Rural" estavam alojados em uma pista na região de Arniqueiras, no DF. Os manifestantes bolsonaristas ocuparam o espaço após deixar uma gargalhada do Ncleo Rural Rajadinha, região localizada entre Parano e Planaltina, em maio. Ser apurado a uma possibilidade privada de milha privada, ameaçar e portar ilegais armas de fogo.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

A operação foi deflagrada por meio da Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor), com apoio das divisões das Operaes Especiais (DOE) e das Operaes Areas (DOA). Cerca de 30 agentes cumpriram um mandado de busca e apreensão no acampamento, por meio de determinação judicial.

No espaço, os extremistas que se auto intitulam "liberais", mantém barracas instaladas e câmeras de segurança em toda a área da chcara. Assim, os policiais apreendem fogos de artifício, vários manuscritos com planejamento de discursos e discursos, cartas, aparelhos de telefone celular, um dispositivo, um cofre (que ainda está aberto) e outros materiais utilizados em manifestos. Com um apreenso, a Cecor vai investigar como investigações sobre grupos.

Por meio das redes sociais, o extremista Renan Sena, integrante dos "300 do Brasil" – liderado por Sara Winter – postou um vídeo criticando uma operação. “Mais uma ao ditadura comunista. Esses bandidos estão perseguindo quem luta pela não para libertar dessa bandalheira dessa corrupção. Até agora, uma casa que baseou o apoio a “Patriotas” e “QG Rural” foi invadida ”, afirma.

Renan continua analisando e convocando os apoiantes para o ato previsto na Esplanada dos Ministérios, neste domingo (21). “Hoje foram eles, amanh ser vocs, com essa ditadura do judicirio. Vamos para a rua, vamos todos lutar em apoio ao presidente e ao acampamento. Vamos para uma Esplanada, sem chance. Todos pela nao ”, finaliza.

Protestos na Esplanada

Está previsto dois atos na Esplanada dos Ministérios neste domingo (21), apesar das recomendações de isolamento social. Haver manifesta um favor e contra o presidente Jair Bolsonaro. Para evitar conflitos, cerca de 900 policiais militares faro a segurana no local. Além disso, o centro da capital é dividido: ao lado direito direito dos bolsonaristas e, no lado esquerdo, ao grupo contra o governo.

Uma manifestação favorável ao presidente se concentra no Museu da República. De l, o grupo seguir e o Ministério de Sade, retornou pela mesma rota. O ato contra Bolsonaro tem concentração no Teatro Nacional e o ponto final é o Ministério de Justia.

Lder presa

Um dos grupos alvos da operação, o "300 do Brasil", é presidido por um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Sara Fernanda Giromini, mais conhecida por Sara Winter, é detentora da Penitenciária Feminina do Distrito Federal, em Colmeia. Ela foi presa pela Polícia Federal na última segunda-feira (15/6) e, na sexta-feira (19/6), teve um contrato temporário prorrogada por mais de cinco dias.

. (tagsToTranslate) PCDF (t) 300 do Brasil (t) Patriotas (t) QG Rural



Fonte: Post Completo