Serviço de Desentupidora em São paulo

Em meio à pandemia, 12 catarinenses que estavam na Nova Zelândia recuperaram ao estado | Santa Catarina


Os catarinenses que estavam na Nova Zelândia conseguiram voltar ao estado neste sábado (27). Como uma das principais medidas para combater o avanço do coronavírus pelo mundo foi o fechamento de fronteiras, as viagens permanecem restritas e as passagens, os mais caras, o que dificulta a vida de brasileiros que estão no exterior.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Quando uma pandemia começou, o grupo de Santa Catarina estava morando no país da Oceania. Mas, para alguns, antes disso já não estava sendo fácil.

"Se você ganha um suporte para o governo, mas estava acabando ou suporte, por isso nossa preocupação é voltar. Mas não tem grandes dificuldades, ninguém passa fome, nada. É bem tranquilo, mas era uma coisa que não estava evoluindo, era uma coisa que estava parado no tempo, né. Por isso a gente seleciona voltar mesmo ", relatou Caroline Rocha.

Eles são de Itajaí, Jaraguá do Sul, Florianópolis, Imbituba, Tubarão, São Joaquim e Caçador, e se juntaram a outros brasileiros que também queriam voltar para casa.

"A possibilidade de não poder voltar, porque não há voos comerciais, e quando existe um voo comercial é de US $ 5 mil por passagem. Então, é muito caro e inviável para muitas pessoas voltar. abraçamos ", disse o carpinteiro Cristian Oliveira.

Da Nova Zelândia até Santa Catarina, foram mais de 35 horas de viagem. Eles vieram em um voo de repatriamento que saiu da cidade de Auckland até Santiago, no Chile.

Para chegar ao Brasil, outro voo saiu do país sul-americano até Guarulhos (SP). Para Santa Catarina, uma viagem foi terrestre. O governo do estado enviou um micro-ônibus do Corpo de Bombeiros e outros dois veículos de apoio para buscar os catarinenses em São Paulo. Eles saíram de lá por volta das 23h de sexta-feira (26) e chegaram no estado às 6h30 do dia seguinte.

"Então, então, as pessoas iniciam todos os contatos habilitados, desde o contato com o Corpo de Bombeiros que ajuda no transporte, o micro-ônibus, os militares da Casa Militar que executa toda a operação e a equipe do aeroporto de Guarulhos, que auxiliou na recepção das pessoas, e todo o nosso apoio necessário no aeroporto de Guarulhos também ", disse George Ferreira, coronel do Corpo de Bombeiros.

Com uma ajuda das embaixadas do Brasil em diversos países, 180 catarinenses já foram repatriados. "Começo, esperança, alívio, e é uma sensação muito boa de estar em casa", definiu Cristian.

Catarinenses que estavam na Nova Zelândia conseguiram voltar ao estado – Foto: Reprodução / NSC TV

Veja mais notícias do estado no G1 SC



Fonte: Post Completo