Serviço de Desentupidora em São paulo

Entidades de proteção animal recebem 6 toneladas de ração – Folha de Cianorte


A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, com apoio da Frente das Organizações de Proteção Animal do Paraná (Fopar), está entregando cerca de 6 toneladas de ração para 52 entidades de 40 municípios paranaenses. Mais de 10 mil animais serão alimentados.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

A entrega é resultado do Leilão online Pró-Animal, promovido em 23 de maio, que custa 15 mil reais com a venda de itens pessoais ou experiências com personalidades em destaque no cenário paranaense. Os recursos foram usados ​​para uma compra de alimentação.

“Essas ONGs fazem um trabalho muito importante de resgate e cuidado com os animais. Entendemos a necessidade de cada uma para manter esses ambientes, e a participação será uma grande ajuda ”, os registros do secretário estadual de Desenvolvimento Sustentável, Márcio Nunes, que participaram da entrega no município de Ponta Grossa na última quarta-feira (17).

Cada entidade recebe uma relação de acordo com o número de cães e gatos que abriga.

Para Maria José, responsável pela Associação de Proteção Animal de Ponta Grossa, que cuida de animais resgatados das ruas há mais de cinco anos, essa relação ocorreu em uma boa hora. “Hoje temos quase 50 animais abrigados e com pandemia de Covid-19, estamos encontrando dificuldades em receber doações para manter o local”.

DIFICULDADE

Por conta do coronavírus, como entidades estão impossibilitadas de promover os eventos para arrecadar recursos – como bingos, pizzas e bazares – e também aqueles que são incentivados a praticar, costumam usar ações semanais ou mensais. Por isso, muitas instituições de proteção animal não estão conseguindo fazer o básico, que é alimentar os animais que estão sob sua tutela.

Diante desse cenário, não é possível recuperar novos animais em situação de abandono, pois não há estrutura disponível para o acolhimento e manutenção.

No Paraná, há aproximadamente uma centena de instituições que prestam assistência para, pelo menos, 40 mil animais por ano.

“Nesse momento de pandemia precisamos de solidariedade com essas entidades também. A ação ou qualquer outro recurso que ajude a manter a saúde e a higiene desses animais ”, ressalta a diretora-geral da secretaria, Fabiana Campos.

LEILÃO

A iniciativa foi promovida pela Frente das Organizações de Proteção Animal do Paraná (Fopar), com apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, do Conselho Estadual de Direitos Animais (Ceda), da Secretaria de Estado de Comunicação Social e Cultura , da Associação Profissional de Artistas Plásticos do Paraná (Apap / PR) e de Helcio Kronberg Leilões.

As entidades beneficiadas se cadastram antes do evento para que pudessem receber a participação.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná



Fonte: Post Completo