Especial 4: O acesso de São José em 87 – Parte 11


Na última rodada do primeiro turno, o líder foi visitar um adversário que ainda buscava a primeira vitória e retornou o comando mais um ponto e manteve a invencibilidade. É o assunto da Parte 11 do Especial 4 do Jogando Juntos, lembrando o acesso ao São José no Campeonato Paulista da Divisão Intermediária de 1987.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

O Grupo A conta com oito vezes o retorno e retorno. Os quatro melhores progressos na segunda fase e o quinto colocado ainda têm chances de ocorrer uma repescagem. Quando a última rodada do primeiro turno chegou, o São José estava isolado na liderança, com 11 pontos conquistados. Em seis partidas, acumulava cinco vitórias e um empate.

No dia 21 de junho, um domingo, o São José foi visitar o Bragantino que ainda buscava a primeira vitória no campeonato. Com os quatro pontos de quatro empates e duas derrotas, ocupamos uma posição inicial e máxima, superando apenas o Guaçuano, de dois pontos.

O tempo joseense continuou sem o ponteiro direito Luís Sílvio, mas com Manó correspondente na posição. Na lateral direita, Alves foi mantido no lugar de Marcelo, virando ou novo titular da posição.

O jogo

Em Bragança Paulista, o público pagante no estádio Marcelo Stéfani não foi divulgado. Aparentemente, pouco mais de um milhão de torcedores estão presentes, o resultado é o resultado dos jogadores locais, emitidos ou mostrados no Bragantino ao procurar ou atacar, deixando a defesa exposta.

Tranquilo pela boa campanha e explorando os espaços que se encontram, ou São José, consegue abrir o placar, a 39 minutos, com Manó finalizando uma trama ofensiva. No entanto, o tempo joseense nem conseguiu tirar proveito da situação, porque Bragantino empatou três minutos depois, com o meio-campista Luiz Fernando.

Reanimado, ou Bragantino cresceu e o jogo ficou bem acirrado no segundo tempo. Com Serginho e Tata entrando em duas substituições permitidas, ou São José passou um valor ou um ponto somado para uma casa e foi resistente ao recebimento de pressão nos minutos finais.

Times e rodada

O São José, do técnico Nicanor de Carvalho: Moreira; Alves, Osmar Guarnelli, André Luís e Joãozinho; Zé Carlos, Tonho e Gilberto (Tata); Manó (Serginho), Ricardo e Ademir Padilha.

O Bragantino, técnico Orlando Bianchini: Nilton; Éder, Careca, Gilberto e Capucho; Luiz Fernando, Souza (Fabinho) e Galo; Neno, Nascimento e Osnir (Jairo).

O árbitro foi Nilo Alexandre Mendes, com os assistentes Gilberto Manzano Mendes e Claudionor Stronghetti.

Nos outros três jogos da rodada: Aparecida 1 x 1 Taubaté, Cruzeiro 1 x 1 Ginásio Pinhalense e Guaçuano 0 x 1 União de Mogi das Cruzes.

A classificação do Grupo A ficou assim: 1º – São José (12 pontos); 2º – Cruzeiro (9); 3º – União de Mogi e Taubaté (8 pontos e 4 a 2 no número de vitórias); 5º – Aparecida (6); 6º – Pinhalense e Aparecida (6 pontos e 5 a 3 sem número de marcadores) e 7º – Bragantino (5) e 8º – Guaçuano (2).

A próxima partida, na rodada de abertura do retorno, também seria fora de casa. Virá na Parte 12 do Especial. Até lá.

Na foto (do Museu do Esporte / SJC), Zé Carlos, André Luís e Alves.

Comentário

comentário

<! –

->



Fonte: Post Completo