limpeza e Desentupimento de Bocas de Lobo

O que é o serviço de limpeza de boca de lobo?

 

Limpeza de bueiros, bocas de lobo e poços de visita pela Prefeitura, por meio da varrição e retirada de lixo, resíduos, entulho ou mato, liberando o fluxo da água da chuva e reduzindo o risco de alagamentos.

 

Quando solicitar o serviço de limpeza de boca de lobo?

Bueiros são obras destinadas a permitir a passagem livre da água da chuva e de escoar a água desperdiçada na limpeza de calçadas, quintais e lavagem de carros, encaminhando-a até canais que desembocarão nas redes coletoras e posteriormente nos rios, lagos e mares.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Conhecidos também como bocas-de-lobo ou sumidouros, eles fazem parte de um sistema convencional de drenagem de águas.

Ou seja, eles nada mais são do que caixas de captação de águas, seja da chuva ou as utilizadas em residência, comércio e indústria, colocadas ao longo das sarjetas com a finalidade de captar as águas em escoamento superficial e conduzi-las ao interior das galerias.

Normalmente, é possível encontrar um bueiro ou uma boca-de-lobo perto do cruzamento de vias ao lado das faixas de pedestre, ou em pontos intermediários quando a capacidade do conjunto meio-fio/ sarjeta fica esgotada.

Existem três tipos de bueiros com sistemas de microdrenagem diferentes: sistema de captação lateral, sistema de captação vertical (com grelha) e sistema de captação combinado (lateral e vertical).

Os que possuem sistema de captação vertical são os mais eficientes em termos de captação hidráulica, e é por isso que existem tantos nas maiores cidades do país.

Quando houver acúmulo de lixo, resíduos, entulho ou mato em bueiro, boca de lobo e poços de visita.

A falta de educação e de cuidado com o lixo, por parte da população, é um dos grandes problemas para o sistema de drenagem de Fortaleza.

Obstruídas pelos mais diversos tipos de resíduos, as bocas-de-lobo, bueiros e canais acabam por não escoar a água da chuva, provocando grandes alagamentos nas vias públicas, inundando casas e causando prejuízos.

Um exemplo desse problema é encontrado no bairro do Mucuripe, na Avenida Jangadeiro, onde o lixo invade calçadas e o canteiro central.

Segundo o açougueiro Marcos Antônio de Mesquita, o caminhão passa regularmente, mas muita gente não espera pela coleta e deposita o lixo em qualquer espaço que encontra. “É muito lixo nesta área.E, quando chove, a coisa fica pior porque fica tudo espalhado pelo meio da rua”, relata.

Na Rua Professora Aída Balaio, esquina com a Avenida Jangadeiro, é possível encontrar grande quantidade de sacos plásticos, caixas e vários tipos de resíduos junto à boca-de-lobo da esquina. “Aqui é lixo demais. Tanto que o pessoal não sabe onde colocar”, afirma a dona de casa Maria de Fátima Alves Pereira. “As pessoas precisam aprender a ter mais educação. É questão de saúde”, diz.

Riscos

O resultado do lixo nas ruas é o entupimento dos canais de drenagem, que acabam transbordando através dos bueiros.

É o que acontece perto da casa do aposentado José Carneiro de Sousa.

Ele acrescenta que, muitas vezes, as crianças da rua ficam brincando na água suja, correndo o risco de doença.

Nas proximidades do cruzamento das ruas Major Gerardo Mendes e Brigadeiro Vilela, no bairro Aerolândia, são três bocas-de-lobo entupidas com lixo e areia, sendo que uma delas está quebrada. “Foi a máquina do pessoal que veio fazer um serviço no encanamento da rua, outro dia, que passou por cima e quebrou”, denuncia o aposentado Francisco Vieira Dantas.

Na esquina das ruas Capitão Gustavo com Antônio Furtado, no Bairro Joaquim Távora, existem mais duas bocas-de-lobo entupidas. Segundo o servente de pedreiro Genival dos Santos, o problema, naquele local, não é o lixo, mas sim a areia trazida pelas chuvas.

Como se não bastasse o problema com os entupimentos, há ainda aqueles que obstruem o canal de forma proposital.

Depois de muito sofrer com a invasão de ratos e muriçocas em sua casa, a aposentada Maria Auxiliadora Lira, 70, decidiu tomar uma medida drástica: tampou com cimento uma boca-de-lobo que fica na calçada de sua casa, na rua Professor Carvalho, também no Bairro Joaquim Távora.

Ignorando que estava cometendo uma infração, ela diz que já não sabia mais o que fazer com o mau cheiro e a invasão dos ratos em sua casa.

Para resolver o problema, foi necessário que uma equipe da Prefeitura fosse ao local e desobstruísse a boca-de-lobo. Segundo o auxiliar técnico de Estrutura da Regional II, Eduardo Monteiro, que compareceu ao local para executar o serviço, esse problema é comum na cidade.

De acordo com a Prefeitura, já foram implantados em Fortaleza cerca de 20km de rede de drenagem e 790 novas bocas-de-lobo, num investimento total de R$ 12,3 milhões.

Bueiros definitivamente não podem ser manipulados por qualquer um. Prova disso são as notícias e os vídeos que têm circulado na internet mostrando tentativas de desobstruir as bocas de lobo que acabaram muito mal.

Com a função de permitir a passagem das águas, os bueiros desembocam nas redes de esgoto da cidade. Graças a eles, a população tem mais qualidade de vida, já que o saneamento básico é capaz de evitar não só o mau cheiro, mas também doenças.

No entanto, quando essas obras entopem, elas comprometem essa função, acumulando água, lixo e esgoto na superfície.

Motivos como acúmulo de sujeira e manutenção ineficaz podem fazer com que o bueiro acabe sendo obstruído, mas, não importa a razão, você não deve tentar consertar a situação sozinho.

Ao se aproximar de bueiros entupidos, você pode ficar exposto a água contaminada e a esgoto ao céu aberto, que podem transmitir doenças como diarreia, leptospirose, cólera e muitas outras, pode inalar gases tóxicos liberados pela decomposição de matéria orgânica, como o metano e a amônia, ser atingido pela tampa de um bueiro, que pesa em torno de 50 quilos, durante uma explosão, ou, ainda, cair no buraco deixado pela falta de fechamento adequado.

Mantenha as crianças afastadas, pois a curiosidade infantil pode acarretar em ainda mais riscos.

Para a população, bueiros obstruídos significa transtorno. Dependendo do número de bocas de lobo entupidas e da quantidade de águas, o entupimento pode causar um grande alagamento na região, inundando carros e casas.
A melhor forma de não ter que realizar o desentupimento de um bueiro perto da sua casa ou trabalho é evitar sua obstrução. Se ele já estiver vedado, saiba o que fazer:

desentupimento de um bueiro só deve ser feito por profissionais. Além disso, a presença de bueiros em áreas públicas é de responsabilidade da prefeitura da sua cidade.

Por isso, a primeira atitude a se tomar ao identificar um bueiro entupido após interditar o local e avisar os passantes é fazer contato com a prefeitura