Serviço de Desentupidora em São paulo

'Maioria das cidades registradas, temos que tomar cuidado para que não aconteça em São José', diz Felicio sobre flexibilização – OVALE


O prefeito Felicio Ramuth (PSDB) tem uma parte da população de São José dos Campos que perde uma "responsabilidade individual" durante uma pandemia de Covid-19 e faz com que o município regrida nas medidas de flexibilização adotadas pelo governo do Estado.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Ao comentar ou resultado do levantamento OVALE / Paraná Pesquisas divulgadas no último fim de semana, que mostra que a flexibilidade e o isolamento das atividades comerciais são recuperados por 64,5% dos joseenses, Felício disse que é importante para os moradores " perspectiva para o futuro ", mas isso não pode significar um relaxamento dos protocolos de segurança.

O tucano citou regiões de São Paulo que registraram nos principais indicadores de saúde e que medidas de quarentena voltaram a ser mais rigorosas na semana passada.

"Era necessário que a cidade visse uma perspectiva para o futuro. Mas tem dois lados, e um deles é perigoso: perder uma responsabilidade individual. As principais cidades registradas na sua fase, na avaliação do Estado, e as pessoas que tomam muito cuidado para que isso não aconteça em São José. A doença é grave ", disse o governo .

TENTATIVA.

Na segunda quinzena de abril, mais de um mês antes do governo estadual anunciar uma retomada parcial das atividades econômicas em São Paulo, o município de São José, Felicio Ramuth (PSDB), usa as regras da quarentena no município.

Em decreto editado no dia 17 de abril, Felicio previu a retomada de partes das atividades econômicas em São José a partir do dia 27 desse mês. Uma tentativa de flexibilização foi alvo de ação do Ministério Público, que apontou para o município que não tinha autonomia para adotar uma medida contrária ou decreto estadual de quarentena. Além disso, os promotores apontaram ainda que a redução de Felicio colocava em risco a saúde dos moradores de toda a região.

Ainda no dia 22 de abril, a Justiça de São José concedeu um liminar para suspender os efeitos do decreto de Felicio. A gestão tucana recorreu então ao Tribunal de Justiça e alegou que a decisão pela flexibilização das regras foi tomada com base em dados científicos. O TJ, no entanto, entendeu que nem foi decretado e nem publicado. Havia um sinal de “fundamento técnico” para embasar ou afrouxar as regras.

Houve novo recurso, dessa vez ao STF (Supremo Tribunal Federal), que rejeitou como duas apelações consumidas pelo governo Felício.

PESQUISA.

Além dos 64,5% que posicionaram um favor, outros 30% dos entrevistados disseram ser contra as medidas. Os que disseram que não sabem ou preferiram não opinar somaram 5,5%. O maior percentual dos que apoiam ou abrem a quarentena foi registrado entre os homens, com 70,1%, ante 59,4% entre as mulheres.

Por faixa etária, uma flexibilização do isolamento social tem mais apoio entre eleitores de 25 a 34 anos (68,2%) e de 35 a 44 anos (69,8%). Já o menor apoio foi registrado entre entrevistados de 16 a 24 anos (59,2%) e 60 anos ou mais (58,6%).

Por escolaridade, tanto entre os professores com ensino fundamental quanto aqueles com ensino médio ou o apoio à recuperação das atividades econômicas é de 65,6%. Já entre os entrevistados com ensino superior é de 61,5%.

Uma pesquisa também divide os eleitores entre a PEA (População Econômica Ativa) e não a PEA. É considerado integrante da PEA que está inserido no mercado de trabalho ou que, de certa forma, está procurando se inserir nele para exercer algum tipo de atividade remunerada. Entre a PEA, o apoio à flexibilização do isolamento social é de 67,5%. Entre quem não faz parte da PEA, cai para 57,6%.



Fonte: Post Completo