O Facebook abre ação judicial nos EUA contra empresas que coletaram dados de usuários sem autorização | Tecnologia


O Facebook anunciou na última quinta-feira (1º) que entrou com uma ação judicial nos Estados Unidos contra companhias que coletaram dados de usuários de sua rede social sem autorização.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Uma empresa americana e outra israelense praticaram “raspagem” de dados, um método de captura de informações em redes sociais e sites públicos, segundo um comunicado.

O Facebook diz que não foi o único afetada pela “raspagem”: Instagram, Twitter, YouTube, LinkedIn e Amazon também tiveram informações colhidas.

O objetivo dessas empresas seria venda de “inteligência de marketing” e outros produtos.

Essas ofertas são semelhantes com as da assessoria britânica Cambridge Analytica, que informações de milhões de usuários do Facebook para direcionar publicidade que dialogasse com interesses de cada pessoa.

A assessoria prestou serviços para a campanha eleitoral do presidente americano, Donald Trump, em 2016.

  • Saiba mais: Cambridge Analytica se declara culpada em caso de uso de dados do Facebook
  • Saiba mais: Facebook pagou multa no escândalo de vazamentos de dados para assessoria britânica

Como semelhanças estão somente nos trabalhos prestados, já que as informações utilizadas pela Cambridge Analytica foram colhidas a partir de um aplicativo disponibilizado dentro do Facebook, em vez de terem sido “raspadas”, como nesse caso.

Coleta por extensão no navegador

Uma rede social alega que a empresa israelense BrandTotal e a americana Unimania podem ter coletado os dados a partir de instalações antigas nos navegadores de usuários, chamadas de “UpVoice” e “Ads Feed”.

Os programas concebidos para acessar e coletar informações de páginas da web.

“Quando as pessoas instalaram as bases e nossas plataformas, as ervas do navegador usaram programas automatizados para coletar seu ID de usuário, gênero, dados de nascimento, status de relacionamento e informações de localização, além de outras informações relacionadas às suas contas “, diz o comunicado.

O Facebook afirma que os dados extraídos eram enviados para um servidor compartilhado pela BrandTotal e Unimania.

Essa não é a primeira vez que a rede de processos sociais outras empresas pela prática de “raspagem” de dados.

A companhia abriu ações judiciais nos EUA e Reino Unido em junho de 2020 contra empresas que forneciam serviços de software de automação possibilitando a “raspagem” e engajamento falso.

Em março de 2019, o Facebook processou dois desenvolvedores ucranianos que coletavam dados aplicativos usando de questionário e extensão de navegador para obter informações de perfil e listas de amigos das pessoas no Facebook.

A companhia decisões decisões favoráveis ​​nos casos do ano passado.

Guga Chacra fala sobre as gigantes da tecnologia nos EUA

Guga Chacra: 'Imagem das empresas de tecnologia está extremamente desgastada nos EUA'

Guga Chacra: ‘Imagem das empresas de tecnologia está extremamente desgastada nos EUA’

Veja vídeos sobre tecnologia no G1



Fonte: Post Completo