Serviço de Desentupidora em São paulo

Projeto vai registrar vivências dos moradores de BH nos espaços de leitura


Uma capital mineira acaba por ganhar um projeto, História Afetiva de Leitores de Bibliotecas em Belo Horizonte, que conta um pouco da relação de seus moradores com leitura e como bibliotecas da cidade. Aberta à população, uma iniciativa também inclui colaboração e depoimentos de belo horizonte com participação ativa no setor literário.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

“Por meio de diversas vozes, queremos contar como muitas histórias de leitores, leituras e bibliotecas da cidade, por leitores e leitores que são imprescindíveis em projetos de desenvolvimento humano”, afirma Cleide Fernandes, bibliotecária e coordenadora do projeto viabilizado por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Os depoimentos serão transformados em livro, que serão lançados em outubro deste ano, com distribuição gratuita e disponibilizada nas bibliotecas da cidade. Os relatórios também são uma exposição itinerante que percorre os centros culturais de BH.

Para colher os depoimentos dos moradores, não existe uma campanha "Quais são as suas histórias e trajetórias de leitura em Belo Horizonte?”, Veiculada nas redes sociais do projeto. Os relatórios devem ser encaminhados para o email [email protected] até o dia 8 de agosto, com até 2500 caracteres. Aqueles que selecionaram, integraram um dos títulos do livro.

O livro História Afetiva dos Leitores de Bibliotecas de Belo Horizonte ainda contará com os moradores da cidade que atuaram na criação e produção literária, na formação de profissionais e na promoção do acesso à leitura.

Mais que registrador é um aspecto importante da história cultural da cidade, de acordo com Cleide Fernandes, ou o projeto também deve revelar oportunidades e desafios na área de leitura. “Como trajetórias de leitores, suas maneiras e lugares de ler, incluindo bibliotecas, podem apresentar um retorno para pensar ou acessar bens culturais na capital mineira, suas ofertas e exclusões”.

notícias (t) notícias (t) soubh (t) sou bh (t) cultura (t) projeto (t) vai (t) registrador (t) vivências (t) dos (t) moradores (t) de (t) bh (t) nos (t) espaços (t) de (t) leitura (t) leitura (t) histórias (t) bibliotecas (t) sou bh



Fonte: Post Completo