Registro de novos casos de dengue diminuídos no Paraná e em Maringá, mas o alerta continua


Apesar da tendência de queda, a prevenção contra a dengue deve continuar / Agência Brasil

O Paraná e Maringá registraram um número de casos de dengue. O boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde na terça-feira (2/6) indica que foram registrados 18.650 novos casos no Paraná e 409 em Maringá em comparação com o último informe de 19 de maio, com uma diferença, portanto, de 15 dias.

Desentupidora Daqui da Cidade Faz todos os serviços de  Desentupidora em todos Bairros da Cidade, a qualquer hora do dia ou a da noite pode contar com A Desentupidora Daqui da Cidade atende em qualquer bairro da Cidade e em toda a Região. A Desentupidora da Cidade faz todos os serviços de Desentupimento de Esgoto neste que é um dos Bairros mais querido da nossa Cidade. Caso queira ver nossa tabela de preço para serviço de Desentupidora em Cidade Clique aqui.

Desentupidora Daqui da Cidade atende 24 horas em todos os bairros da Cidade

Desentupidora
Desentupidora Daqui da Cidade
 

Alguns casos podem ser percebidos pelo número de novas notificações. Entre 12 e 19 de maio, período de sete dias, foram registrados 12.633 novos casos de dengue no Paraná e 900 em Maringá. Em um período maior, de 15 dias, entre 5 e 19 de maio, o Estado registrou 22.922 novos casos e Maringá 1.355.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o monitoramento da dengue tem início em julho e, pela curva endêmica, a partir de junho a tendência é de não haver número de casos. Por esse motivo, o boletim volta a ser quinzenal, como já ocorreu desde o último documento publicado em 19 de maio.

No total, o Paraná tem quase 199 mil casos confirmados, referente ao período epidemiológico iniciado em 28 de julho de 2019 até sábado (30/5). Em Maringá, são 8.205 casos e nove mortes. Existem casos em 343 municípios do Paraná, sendo 237 em epidemia.

Apesar da tendência de redução no número de casos, o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, reforça a prevenção que deve continuar. “Nossa tendência é de queda, que já constatamos, estudamos isso e percebemos que os casos estão registrados em volume. Mas não baixamos a guarda ainda, temos que avançar no que se refere à prevenção da dengue já pensando no próximo ano ”, disse o secretário.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um sinalizador em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o que é do nosso editor-chefe.



Fonte: Post Completo